5 lugares pra tomar um café sem pressa na Pompéia e em Perdizes

Descrição

O café é a verdadeira preferência nacional. A bebida é a segunda mais consumida no país e até você, sem notar, deve tomar alguns “litrinhos” por ano. Ele está em 98% dos lares, atrás apenas da água. Mas ninguém bebe água pelo seu sabor e propriedades estimulantes, não é mesmo?

O consumo per capita em 2015 foi equivalente a incríveis 81 litros/habitante, segundo a Abic. E mesmo com a crise a expectativa é que o consumo cresça 2,9% neste ano sobre 2016. Já o número de lojas especializadas em café deve crescer 3,2% a.a. até 2019.

 

Um “pingado” da história do café

 

Café: presente em todos os continentes

 

A planta de café é originária da Etiópia, onde era parte da vegetação natural, porém seu cultivo se desenvolveu na Península Arábica*, a partir do século XV. Essa é a razão de ter sido denominado Arábica um dos tipos de grãos de café que consumimos (o outro é do tipo Robusta).

O nome café pode ter surgido de Kaffa, região na Etiópia, mas muitos historiadores apontam sua origem na palavra árabe qahwa (qahwah, kaweh e variações) que significaria “força” ou “vigor”. Por ser estimulante e feito de pequenas frutas outra tradução aceita era “vinho”. Daí a bebida ser conhecida inicialmente também como “vinho das Arábias”.

 

Os árabes foram fundamentais na história do café

 

Crescimento “espresso”

 

Estudo recente realizado pela Euromonitor International com as tendências de consumo no período de 2014 até 2019 aponta que – apesar da queda no consumo fora de casa- houve forte crescimento no consumo de café espresso, especialmente em cafeterias e cafés preparados por baristas.

 

Cada vez mais apreciado também pelos jovens

 

Outro ponto importante abordado pela pesquisa é o aumento do interesse dos jovens de 16 a 25 anos por cafés, principalmente nas grandes metrópoles, por conta do conceito atraente das novas cafeterias e inovações na categoria. Segundo dados de 2014 dessa mesma pesquisa, 49% dos jovens já tomam café diariamente.

 

Pompéia, Perdizes e região corroboram tendências

 

Nos últimos anos surgiram vários estabelecimentos descolados por aqui, que servem os mais variados tipos de cafés: espressos, cappuccinos, pingados, cortados, mocaccinos, lattes, macchiatos…O Comunidade Urbana fez uma lista de 5 lugares com bons cafés que você precisa conhecer. Eleja o seu preferido!

 

Inúmeras possibilidades atraem novos amantes da bebida

 

Le Petit Bibi 

No aconchegante e petit Café, a grande variedade de doces chama a atenção: cheesecake, torta de maçã, amêndoas, tiramisu, brigadeiros gourmet e outras delícias acompanham o bem tirado espresso Barista Gourmet da marca Café do Centro. Latte, cappuccino ou machiatto também combinam com o pão de queijo integral da casa. Uma curiosidade: “Bibi”é o nome da adorável Schnauzer da(primeira) proprietária e o ambiente é pet friendly.
Le Petit Bibi – Rua Caraibas, 463. Tel: 2366-5984. Seg. a sáb. das 10 às 19h.

Café Dazô

A simpaticíssima Zô curiosamente tornou-se uma das atrações do lugar, tamanho é o carinho com que trata os clientes que passam por lá. Nesse ambiente acolhedor, destacam-se os pães de fermentação natural e bolos muito gostosos, com jeitinho daqueles feitos em casa, como o de brigadeiro. Tortas tradicionais também marcam presença e fazem par com o bom café espresso ou cappuccino.
Café Dazô – Rua Apinajés, 434. Tel: 3862-2566. Seg. a sáb. das 13 às 20h.

Vai um espresso, coado, cappuccino ou macchiato?

A Tal da Torta

O forte aqui são “as tais das tortas” salgadas, de diferentes tipos e recheios. Sabores tradicionais como frango e espinafre com ricota dividem a preferência com opções criativas como ementhal com damasco e vegarela. Bem projetado, o pequeno ambiente tem uma agradável “varandinha” voltada para a Desembargador do Vale. O bom café espresso Três Corações faz par também com quiches ou tortas doces e, para quem preferir, tem também um gostoso café coado.
Tal da Torta – Rua Desembargador do Vale, 293. Tel:3672-0242. Seg. à sex. de 11 às 20h, sáb. até 18h e domingo até 14h30.

Café Raiz

O Café-Bar-Restaurante trabalha com um blend gourmet da Alta Mogiana, com grãos 100% arábica que agrada bastante à clientela.  Além de opções inventivas com o grão, como o café correto com Baileys e o capputine(com ovomaltine), a ampla casa tem extenso cardápio de comes e bebes: beirutes e hambúrgueres matam a fome de quem tem pressa e pratos como o filé mignon (em 6 variações) e massas satisfazem quem procura uma refeição completa no almoço ou jantar.
Café Raiz – Rua Cardoso de Almeida, 920. Tel: 3672-2199. Seg. a dom. das 10 às 23h.

Delícias da Vó Dulce

Especializada em brigadeiros gourmet, a loja tem uma quantidade tão impressionante de sabores que fica difícil escolher: leite Ninho com Nutella, chocolate belga com paçoca, prestígio, beijinho, Oreo, chocolate belga com nozes,  palha italiana, churros, cappucino, doce de leite e muitos outros. E você ainda pode escolher o sabor na hora que o doce será enrolado rapidinho para harmonizar com o seu café!
Delícias da Vó Dulce – Rua Tavares Bastos, 290. Tel: 99229-4429. Seg. à sex. das 11 às 19h e sáb. das 13 às 17h.

 

 

O Comunidade Urbana convida você a escolher o seu cantinho preferido pra saborear a bebida sem pressa, que tal? Aproveite mais o seu bairro e curta o seu café!

*Formada pela Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árab es Unidos, Qatar, Kuwait, Omã e Iêmen

Texto extraído do Blog Comunidade Urbana.

 

Voltar