O Operário do Rock Edgard Scandurra apresenta-se no Centro da Terra

Descrição

Em 2019 o primeiro álbum solo de Edgard Scandurra –  o incrível Amigos Invisíveis – completará 30 anos e é com ele que músico inicia sua temporada “O Operário do Rock” no Centro da Terra. O projeto – um panorama da carreira de Scandurra em paralelo ao Ira! – começará com as canções desse álbum, para posteriormente seguir com shows de seus outros trabalhos como As Mercenárias, Smack e Benzina.

Amigos Invisíveis(7/5)

Gravado em 1989, esse trabalho concretizou a estética modernista tão característica do guitarrista mais influente do rock nacional – estética apelidada por ele de “tropical mod”. O show é um pontapé inicial nas comemorações de 30 anos do lançamento do álbum. O projeto ganhou o nome Amigos Invisíveis porque, Scandurra gravou todos os instrumentos em estúdio, contando com a “ajuda” imaginária de seus ídolos e influências.

No show ele contará com a presença – mais que visível! – dos músicos Daniel Scandurra no baixo, Taciana Barros nos teclados, Fábio Golfetti na guitarra e Rodrigo Saldanha na bateria. Edgard e banda apresentarão o álbum na íntegra, na ordem da gravação original, celebrando um trabalho que figura como um dos clássicos do rock brasileiro, admirado por seus fãs e tão importante para a sua história.

As Mercenárias e Smack (14/5)

Formada em 1982, a banda punk As Mercenárias tinha Sandra Coutinho no baixo, Rosália no vocal e Ana Machado na guitarra. A primeira formação da banda contava com Edgard Scandurra na bateria. O disco de estréia, Cadê as Armas? é um clássico do punk rock brasileiro, com petardos como Polícia e Santa Igreja e a participação de Scandurra na produção.

Ainda na primeira metade dos anos 80, Scandurra fundou o Smack junto com a baixista Sandra Coutinho, das Mercenárias, o baterista Thomas Pappon, das bandas Voluntários da Pátria e Fellinni, e o guitarrista Sergio Pamplona, o Pamps. O primeiro álbum da banda – “Ao vivo no Mosh” – é uma pérola bruta da sonoridade pós-punk carregada de experimentalismo e influências brasileiras.

Acompanhado de amigos, Scandurra reviverá clássicos do repertório das duas bandas em um show que promete ser inesquecível.

Voz, violão e guitarra (21/5)

O show parte de lembranças afetivas de canções que marcaram a vida de Edgard Scandurra. Ele chama Silvia Tape e o músico Johnny Boy para cantar de Aphrodite Childs a Daft Punk, trilhas de David Linch e Alan Parsons, alguns lados mais que B e canções inéditas de sua autoria. Um mergulho intimista em um oceano de referências e releituras. Simplesmente imperdível!

Benzina (28/5)

Um som potente, com variações entre o rock e a e-music, dos 50 aos 150 bpm, passando pelo rock modernista, eletro rock, baladas à la Serge Gainsbourg e “lenhas” ao estilo infernal do tecno underground. Assim é definido seu último trabalho com o projeto Benzina, ao lado de Sandra Coutinho (Baixo e Voz) e Michelle Abu (Bateria e Percussão). Amor Incondicional é o trabalho mais eletrônico do músico e é apontado pela mídia brasileira especializada como uma das jóias raras da nova música eletrônica.

A apresentação do trio traz em comum o timbre único que desenvolveram nessa mistura interessante de novas tendências, além da energia e o prazer de fazer um som que leva o ouvinte a fechar os olhos, se emocionar e dançar, dançar e dançar…

EDGARD SCANDURRA – O Operário do Rock
Centro da Terra – Rua Piracuama, 19
7/5 a 28/5/2018 -Segundas às 20h
Ingressos de R$15 a R$50

Voltar